sábado, 18 de junho de 2016

Quando somos de religiões diferentes

Olá noivinhas!

Hoje vim falar um pouco sobre um assunto que é a causa de discussão de diversos noivos: religiões diferentes.

É bem comum acontecer de cada um ter sua religião, porém pode se tornar um "problema" na hora de decidir em qual igreja casar.

Antes de tudo, o casal deve respeitar a escolha religiosa do outro, seja evangélico, católico, ubandista, etc, e não querer ficar impondo a sua religião ao parceiro. Nenhuma religião é melhor ou pior que a outra, então respeito acima de qualquer coisa.

Na hora de decidir a cerimônia sente - se com o seu parceiro e converse com calma a respeito de seus sonhos. Se for seu sonho casar na igreja católica, por exemplo, diga ao seu noivo. Claro que é direito dele discordar ou ter seu próprio sonho de casamento na igreja. Na maioria das vezes é necessário que algum ceda para evitar dores de cabeça.

Uma ideia nesses casos é a realização de uma cerimônia ecumênica. A Cerimônia Ecumênica é uma cerimônia mais neutra, realizada por um mestre de cerimônias.

Por exemplo no caso meu e do meu noivo, ele é católico não praticante e eu sigo os ensinamentos de Buda. Para evitar discussões desnecessárias e agradar ambos os lados optamos pela Cerimônia Ecumênica.

Mas para que esse tipo de cerimônia dê certo é necessário que ambos os noivos estejam de acordo e dispostos a abrir mão de uma cerimônia 100% religiosa. Por isso reforçamos: converse bastante com o seu parceiro para tomarem a melhor decisão para os dois.

E acima de tudo: faça com que a sua cerimônia seja feliz e repleta de amor.

*Créditos na imagem*

Nenhum comentário:

Postar um comentário